Mulher registra sequestro da filha e é presa por farsa para enganar marido

Uma mulher foi à delegacia dar queixa do sequestro da filha, mas acabou presa por ser ela mesma a sequestradora. A paraense Mizia, acusada por falsificação de documentos e sequestro, tinha certidões de nascimento falsas de duas bebês e mantinha um acordo com duas mães, do Pará e de Goiás, para enganar o marido e a família dele. Ari, o pai sem filhas, chegou a tatuar o nome das gêmeas: Amariles e Alícia. A farsa chegou ao fim quando Mizia, ironicamente, registrou um boletim de ocorrência afirmando que teve uma das 'falsas filhas' sequestradas.

Categoria:BRASIL

Deixe seu Comentário